Copy of Copy of Copy of Copy of Copy of Copy of Blue and White Girl Photo Valentines Day Instagram Post (1)

Falar sobre José́ Carlos não é fácil… Foi, além de tudo, um amigo especial, alguém em quem penso sempre: como faria ele, o que diria se aqui estivesse?

Conheci o José́ em meados dos anos 80, numa altura de grandes saídas à noite em discotecas da moda. Encontrávamo-nos sempre nos mesmos lugares, e daí começarmos a falar, tendo alguns amigos em comum.

Já na altura considerava o José uma pessoa de sentido estético muito apurado em tudo o que fazia, tanto a nível de alta-costura, como noutras coisas. Fazia então o visual da girl band Doce, que todos achávamos o máximo. Muito arrojado para a altura.

Ficámos bons amigos e, na altura, saí do trabalho que tinha e comecei com ele a trabalhar em atelier. O seu bom gosto influenciou-me imenso, mais tarde, no meu trabalho como vitrinista. A sua imaginação fazia-me sonhar e contagiava todos ao seu redor. Não havia impossíveis quando o José́ pensava em concretizar algo!

Gostava muito de ajudar, nunca se recusando quando lhe pediam algo. Coração grande, mãos largas, era uma pessoa íntegra e, sobretudo, não se esquecia também de quem o ajudou em início de carreira.

Quando trabalhei com ele sofri um acidente e o Zé foi das primeiras pessoas a ir visitar-me e a encorajar, dizendo que tudo iria correr bem.

Mais tarde, ao abrir a sua loja em Lisboa, na Travessa Monte do Carmo, convidou-me para ficar à frente da loja, como seu braço direito. Foram tempos óptimos, divertidos e, sobretudo, de uma entrega e grande amizade que durou para sempre.

O seu nível profissional era muito elevado e, ainda hoje, não existe ninguém tão completo que o consiga substituir. Imensas personalidades do mundo da moda, espectáculo e até política passaram pelas mãos dele, sendo maravilhosamente transformados! Mais tarde, quando decidi começar o meu trabalho como vitrinista, para me dedicar à minha nova profissão, da parte dele só́ tive encorajamento e palavras sábias. Senti que, apesar de haver um desligar do trabalho com ele, seria sempre meu amigo e, caso eu precisasse voltar, teria as portas abertas.

É com enorme prazer que hoje, a convite do seu irmão, faço a sua página oficial no Facebook (@josecarlospaginaoficial) com fotos, memórias e filmes que parecem não ter fim. O seu legado será́ para sempre lembrado e também a pessoa simples e tímida que era, com incrível sentido de humor! Um designer de moda visionário mas também um amigo do coração.

Estranho dizer mas sinto que o Zé́ nunca morreu…passou na minha vida para a enriquecer e continua, algures, a olhar por mim.

Miguel Mantero vive em Lisboa. Divide-se entre o vitrinismo e os filmes noir dos anos 40.

Ilustração de André Murraças.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s